Pesquisas sobre a eletroestimulação muscular

A metodologia de treinamento com eletroestimulação da BODYPULSE tem seus resultados comprovados pela prática e por pesquisas científicas. As primeiras publicações relacionadas à aplicação médica da eletroestimulação muscular (EMS) remontam do século XIX, mas nas últimas duas décadas um crescente número de pesquisas vem mostrando os benefícios desta tecnologia também para o treinamento físico.

O que dizem as pesquisas sobre o treinamento com eletroestimulação? 

O treinamento com eletroestimulação pode melhorar a performance dos esportistas profissionais

Jogadores profissionais do futebol alemão que incorporaram o treinamento com eletroestimulação muscular (EMS) em seus treinos melhoraram significativamente os desempenhos máximos de força, velocidade, salto e corrida.

O treinamento com eletroestimulação é muito eficaz no tratamento de dor nas costas

Resultados de pesquisas mostraram que a eletroestimulação muscular (EMS) não só ativa os principais grupos musculares das costas, mas também os grupos musculares mais profundos, que são difíceis de serem ativados através de métodos de treinamento convencionais.

A eficácia do treinamento com eletroestimulação é muito maior do que dos treinamentos de peso convencionais

O treinamento com eletroestimulação muscular (EMS) aumentou a força máxima dos grupos musculares testados e melhorou a potência máxima final com uma média de 29% em apenas 4 semanas.

O treinamento com eletroestimulação oferece um método alternativo e atraente de treino para pessoas com 60 anos ou mais

Efeitos positivos significativos foram observados em termos de redução da gordura corporal e aumento de força e potência, tanto para homens quanto para mulheres da terceira idade.

Eletroestimulação (EMS) em pacientes cardíacos. O treinamento com EMS está se tornando significativo para a prevenção secundária?

O fato de o treinamento de resistência moderado como parte de uma prevenção secundária melhorar o prognóstico da insuficiência cardíaca crônica foi suficientemente validado.

O treinamento com eletroestimulação melhora tanto a força quanto a resistência

A força máxima corporal dos participantes aumentou em 12% e sua resistência em 69%.

Eletroestimulação muscular como um treinamento de corpo inteiro – Estudo multicêntrico sobre o uso da EMS de corpo inteiro em centros fitness

O objetivo desse trabalho foi de descobrir se podem ser atingidas mudanças positivas em termos de força, antropometria, consciência corporal, humor, fatores gerais de saúde, dores nas costas e incontinência através do treinamento de corpo inteiro eletricamente estimulado em um teste de campo.

Eletroestimulação muscular (EMS) de toda a musculatura corporal – Um método inovador para aliviar a incontinência urinária

O objetivo desse trabalho foi de investigar os efeitos do treinamento com EMS na incontinência urinária.

Efeitos de treinamento a curto e longo prazo em parâmetros de diagnóstico relacionados à força com a estimulação mecânica e elétrica

O objetivo do presente estudo foi de comparar métodos clássicos de treinamento de força com a EMS dinâmica de corpo inteiro no que diz respeito aos seus efeitos na força e na velocidade.

O efeito da eletroestimulação de corpo inteiro na taxa metabólica de repouso, parâmetros antropométricos e musculares de pessoas mais velhas. O Experimento de Treinamento e Eletromioestimulação

Uma alteração substancial na composição corporal, com aumento da gordura abdominal e redução correspondente da massa muscular ocorre especialmente em mulheres após a menopausa.

Influência do treinamento com eletroestimulação auxiliar na composição corporal e em fatores de risco cardíaco em homens mais velhos com síndrome metabólica

A sarcopenia e a adiposidade (abdominal) estão intimamente associadas à mortalidade, multimorbidade e fragilidade em pessoas mais velhas.

Pin It on Pinterest